vender brinquedos pela internet

Como vender brinquedos pela internet: guia COMPLETO para você

Tudo o que você precisa para começar a vender brinquedos pela internet de uma vez por todas 

Em razão da pandemia, muitos lojistas tiveram que adaptar seu negócio físico para o ambiente digital. Esse cenário ganhou ainda mais força graças ao isolamento social, que favoreceu e expandiu o setor do e-commerce. 

E com a cadeia produtiva de brinquedos isso não foi diferente apesar do segmento não ter conquistado a maior fortuna possível, a venda de produtos para as crianças surpreendeu nos primeiros meses da pandemia no Brasil, no ano de 2020. 

Para se ter uma ideia, em indústrias como a Estrela, o crescimento das vendas pelo e-commerce passou dos 400%. Entre os produtos fabricados pela marca, os que ocuparam as melhores posições são o Super Banco Imobiliário, Jogo da Vida, Eu Sou? e Jogo da Mesada. 

Os jogos de tabuleiro e quebra-cabeças também impulsionaram os resultados, vendendo quatro vezes mais em diversas lojas do Brasil e do mundo. 

Os dados mostram que as pessoas estão em busca de jogos que podem ser aproveitados em família, assim como brinquedos educativos. Sendo a internet o primeiro canal que elas procuram para fazer suas compras. 

É nessa hora que alguns empreendedores podem ter dúvidas, como: consigo ganhar dinheiro ao vender brinquedos pela internet? Quais são os primeiros passos para ganhar destaque no ambiente digital?

Calma, fica tranquilo porque vamos ajudar a responder suas dúvidas neste conteúdo completo que ensina como vender brinquedos pela internet de maneira eficaz. Continue a leitura para saber mais sobre o assunto. 

Defina os produtos que você quer vender

Antes de começar a vender brinquedos pela internet, você precisa definir o catálogo de produtos que vai colocar ao ar. 

Aqui, é importante ser específico. Então, em vez de decidir que vai vender todos os tipos de brinquedos, por exemplo, planeje qual será o seu ponto forte e o estilo dos seus produtos. Pode ser brinquedos educativos, jogos de tabuleiro e por aí vai. 

É necessário encontrar espaço no mercado que já está com tantas opções. Além disso, vale identificar as necessidades do público e apostar em opções diferentes. Dessa maneira, será possível dar os primeiros passos com a venda de brinquedos pela internet. 

Tenha bons fornecedores

Sem dúvidas, a qualidade dos produtos é essencial para o sucesso de um e-commerce ou qualquer outro empreendimento. Então, nada mais justo do que olhar criteriosamente para os fornecedores que vão trabalhar com você. 

Procure levantar referências sobre as empresas com que pretende fechar negócios. Garanta que vai trabalhar com organizações de histórico confiável ou que tenham boas indicações de outras empresas do setor. 

Lembre-se que quanto melhor a sua pesquisa por fornecedores, maiores são as chances de conseguir bons preços, qualidade de produtos e uma boa reputação com os clientes. 

Estruture sua marca

Assim que a empresa estiver dentro da lei, é necessário pensar em uma identidade visual que vai representar sua marca no ambiente digital. É isso que vai chamar a atenção do público e atrair mais vendas. 

Procure estudar sobre branding: uma estratégia de gestão que envolve um conjunto de ações que devem estar alinhadas aos objetivos, valores e posicionamento da marca. Isso abrange desde a criação do logotipo até a comunicação que será utilizada para descrever os brinquedos nos canais de venda, por exemplo.

Caso não tenha orçamento suficiente para contratar um profissional especializado em branding, tente usar ferramentas gratuitas da internet para dar uma identidade para sua loja. O Canva é uma boa opção para quem está começando. 

Determine os canais de venda

Quando seu produto e marca estiverem prontos, será necessário escolher as plataformas de venda essa é, provavelmente, a etapa mais importante na hora de vender brinquedos pela internet. 

Tenha em mente que: para conseguir um bom volume de vendas, a empresa precisa chegar até o consumidor final. Isso envolve se conectar ao público e facilitar o seu processo de compra. 

A escolha dos canais de venda depende das vontades do consumidor do seu negócio. Você pode optar por:

  • Redes sociais;
  • Marketplaces (Magalu, Amazon, Americanas, Mercado Livre etc);
  • E-mail marketing;
  • E-commerce próprio.

Cada canal tem seus diferenciais que precisam ser estudados. Por exemplo, nas redes sociais é necessário cuidar muito bem do conteúdo. Já nos marketplaces, cada plataforma pede uma documentação específica, cadastro e precificação. 

Caso prefira ter um e-commerce próprio, é necessário registrar um domínio (endereço da sua loja na internet), escolher um serviço confiável de hospedagem e definir todos os detalhes de forma de pagamento, frete e muito mais. 

Em muitos casos, principalmente em empreendimentos pequenos, compensa mais fazer a venda de brinquedos por meio de redes sociais e marketplaces, pois o investimento costuma ser menor. 

Crie conteúdo de qualidade

Aqui, o objetivo é divulgar seu produto e alcançar o público ideal para convertê-lo a cliente para a loja infantil. 

É nesse momento que os conteúdos passam a ter muito mais valor para transmitir uma boa imagem da empresa. 

No entanto, você não precisa criar conteúdo para todas as redes sociais ou disparar e-mail marketing todos os dias. Vale a pena focar em um ou dois canais e fazer os conteúdos com qualidade e de acordo com as preferências do seu público. 

Para isso, vale criar uma persona relevante para o seu negócio. Estamos falando de um personagem que você desenvolve durante o planejamento da sua estratégia de marketing que representa o público que você quer atingir. 

Você pode contextualizar melhor o seu produto ou serviço de maneira criativa e assertiva. Aqui vão algumas dicas de formatos de conteúdos que estão bombando nos últimos tempos e que você pode apostar para vender brinquedos pela internet:

  • Reels, do Instagram;
  • Vídeos curtos, no TikTok;
  • Posts patrocinados;
  • Tweets virais;
  • Stories humanizados

Tenha uma boa logística

A verdade é que você precisa estruturar muito bem a parte logística para dar certo nas vendas de brinquedos pela internet. Isso envolve desde o armazenamento dos produtos até o envio e controle das movimentações até a casa do consumidor. 

Pense em coisas do tipo: como vou entregar meu item? Vou utilizar os Correios, uma transportadora ou um motoboy? Qual será o tipo de embalagem?

Em alguns casos, vale a pena procurar por uma plataforma de e-commerce com boa gestão dessa área. Assim, seu estoque fica em sintonia com as vendas e seu cliente não tem uma compra frustrada. 

Dedique-se ao atendimento ao cliente

Seguindo todos os passos apresentados até agora, é possível que a demanda do seu negócio infantil cresça a cada dia. Com isso, é indispensável apostar em um bom atendimento ao consumidor. 

Dependendo da demanda, pode-se usar canais acessíveis ao público, como o direct das redes sociais, WhatsApp e até mesmo os comentários e chats dos próprios marketplaces. 

Dessa forma, os clientes já sabem que podem contar com sua empresa na hora de resolver qualquer problema. Para isso, vale sempre demonstrar simpatia e proatividade em todo tipo de questionamento. 

Agora que você já sabe como vender brinquedos pela internet, aproveite para conhecer as estratégias para loja infantil que estão bombando no momento. Aqui, no blog da Angie Oral Care, você encontra diversas dicas para fazer seu empreendimento do setor infantil crescer. 

Conte com a gente para a revenda de brinquedos educativos e produtos diferenciados!

Comentários

Facebook
LinkedIn
WhatsApp