Empreendimento para público infantil

Empreendimentos para público infantil dá dinheiro?

Empreendimentos para público infantil podem ser extremamente lucrativos para suas finanças. Isso porque as crianças estão em constante crescimento e os papais fazem de tudo para dar aos pequenos tudo o que elas querem. Isso significa que, neste tipo de negócio, há excelentes oportunidades de rentabilidade.

Ao mesmo tempo, podem surgir dúvidas sobre o desempenho e o que esperar dessa atividade. Portanto, o melhor caminho para obter sucesso com um empreendimento para o público infantil é se planejar e cuidar de tudo à risca. 

Por isso, montamos esse conteúdo que explica mais sobre a lucratividade de um empreendimento infantil e mais dicas valiosas para o sucesso do negócio. Acompanhe mais sobre o assunto!

Afinal, dá dinheiro trabalhar com empreendimentos para público infantil?

Sim! Seja uma loja de roupas ou de brinquedos infantis, trabalhar com um empreendimento para crianças é extremamente vantajoso. Isso porque esse tipo de negócio não para de crescer e apresentar números cada vez mais altos. É claro que depende do esforço de cada empreendedor, mas com um trabalho bem feito há muita chance de ser sucesso.

Segundo dados da Euromonitor de 2019, nos últimos seis anos, o volume de vendas anual de produtos desse segmento cresceu 45,6% somente no Brasil, passando de R$2,7 bilhões para R$3,9 bilhões. Mesmo não entendendo sobre projeções e números complexos, é possível observar como a criançada dominou o foco do mercado. 

Analisando outros setores da indústria, a temática infantil também ganha os holofotes. Por exemplo: no cinema, seis das 10 maiores bilheterias da história são focadas no público infanto juvenil. Isso sem falar nos games, outro setor que ganha bastante dinheiro com essa galerinha aí. 

Durante a pandemia, muitos empreendimentos para o público infantil tiveram lucro. O “novo normal” trouxe mudanças significativas nos hábitos e rotinas das pessoas, impactando diretamente o mercado. 

Entre os segmentos que ganharam força durante o isolamento, é possível citar o de brinquedos a categoria chegou a registrar um aumento de 434,70%, segundo a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (Abcomm). Esse crescimento foi incentivado por brinquedos educativos e brincadeiras entre a família, já que a convivência dentro do lar tornou-se mais intensa. 

Neste período, grandes nomes da indústria infantil, como a Estrela, registraram um grande crescimento nas vendas pelo e-commerce: mais de 400%. O cenário se repetiu com as Casas Bahia, popular rede de varejo do Brasil, que também atingiu resultados bem altos durante a quarentena. 

Os números mostram que é possível ganhar dinheiro com empreendimentos para público infantil. Empresas em certos períodos do ano tem o poder de influenciar esse público, que pode ser impactado de diferentes maneiras. 

Pode apostar: onde existe uma multidão infantil pronta para gastar o dinheiro dos pais, vai existir alguém para fazer dinheiro. 

5 dicas valiosas para ganhar dinheiro com empreendimentos infantis

Agora que você já viu que empreendimentos para o público infantil dá dinheiro, está na hora de estruturar o negócio para ter sucesso nas vendas. Veja algumas dicas importantes para seguir depois de abrir uma loja de brinquedos, roupas e outros produtos infantis. 

1 – Ter um capital para investir

O investimento vai variar de acordo com a estrutura que você, empresário, pretende montar e a região onde quer instalar sua loja. Obviamente, estabelecimentos maiores e melhor localizados serão mais caros. 

O investimento médio considerando uma estrutura básica para uma loja infantil sem a necessidade de reformas, divulgação ou capital de giro fica por conta de 15 a 25 mil. É claro que existem muitas variáveis e, por isso, o planejamento é sempre muito importante. 

Então, o primeiro passo para trabalhar com empreendimentos infantis é fazer um plano de negócios e buscar informações para estruturar melhor antes de investir uma quantidade alta de dinheiro. 

2 – Identificar o público

O mercado infantil é grande e com muitas opções para vender. Então, a pergunta que você deve fazer é: para quem meu negócio está direcionado?

Definir o público alvo é fácil, mas é necessário entender as tendências do mercado infantil e como atingir esse nicho da maneira correta. 

Além de segmentar, é importante tentar entender as necessidades dos papais e crianças. Olhe para outros meios e tente avaliar o que as crianças estão gostando, como um filme novo no cinema, algum desenho do momento, o que um influenciador mirim está dizendo e por aí vai. 

3 – Cuidar do portfólio

O portfólio de produtos será o carro chefe de qualquer empreendimento para o público infantil, seja de vestuário ou de brinquedos. Construir essa etapa será possível apenas depois de avaliar o público-alvo e entender que ele tem a intenção de comprar. 

Uma dica é vender brinquedos educativos na sua loja. Essas opções são muito procuradas pelos papais que querem ficar mais próximos dos filhos por meio de brincadeiras supervisionadas. Além disso, brinquedos educativos têm preços mais acessíveis que garantem o giro de estoque e ainda fazem bem para a imagem da loja. 

4 – Considerar o preço de venda

O preço de venda dos produtos normalmente é sugerido pelos fornecedores e fabricantes, mas existe uma maneira de compor o preço de venda. 

Neste caso, entra o capital de giro mais custos fixos, custos variáveis, custos comerciais e lucros. Tudo isso entra no preço de venda dos produtos para que seu empreendimento infantil tenha saúde e, você, sucesso. 

Entenda as diferenças entre os valores:

  • Custos comerciais: são exclusivos para o funcionamento da empresa, como contabilidade, impostos e pagamento de funcionários;
  • Custos fixos: independente do mês, ele estará lá te esperando para ser pago. Por exemplo: contas de luz, água, telefone, internet etc.
  • Custos variáveis: pode acontecer em um mês e em outro não. Estamos falando de manutenções e compra de materiais que não estavam no planejamento. 
  • Capital de giro: valor que o empreendedor investiu nos produtos que serão vendidos e que nunca pode ser usado para outra coisa.  

5 – Encontrar o ponto de equilíbrio

Aqui, é quando o seu negócio já está funcionando há algum tempo e você consegue traçar metas de vendas mais assertivas. Neste momento, você já tem os custos definidos e sabe quanto precisa vender para pagar as contas. 

Quando isso acontecer, terá seu ponto de equilíbrio. 

Sentiu vontade de trabalhar com empreendimentos para público infantil? Caso você tenha interesse em abrir uma loja de brinquedos digital, recomendamos conferir o post que fala sobre os desafios das vendas online para as lojas infantis. Aqui no nosso blog você encontra diversas dicas e soluções para o seu negócio infantil. 

Fique ligado nos próximos conteúdos!

Comentários

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp