Produto infantil para revenda

Produto infantil para revenda: como escolher e como se destacar?

Escolher o melhor produto infantil para revenda é um passo muito importante para o sucesso de qualquer loja deste segmento. Isso porque, essa decisão pode impactar todas as demais áreas do negócio — e é justamente por isso que essa nem sempre é uma tarefa fácil.

É natural, porém, ter dúvidas em relação à escolha de itens de grande saída ou apostar, por exemplo, em nichos mais segmentados a fim de construir sua própria relevância. Pensando nisso, neste post trouxemos algumas dicas que o ajudarão a selecionar os melhores produtos infantis para revenda.

Continue a leitura e saiba mais!

Comece definindo um nicho ou segmento para vender

O primeiro passo, sobretudo para quem está começando, é definir um segmento para atuar. O mercado infantil é bastante amplo e, com isso, há inúmeras possibilidades. Sendo assim, determinar um nicho específico pode facilitar sua especialização em determinado assunto. Assim, com o passar do tempo ficará mais fácil até mesmo para se consolidar no mercado.

É importante ressaltar que segmento e nicho são termos distintos, embora amplamente confundidos pela maioria dos empreendedores iniciantes. Enquanto o primeiro trata-se de uma área de atuação mais ampla, o segundo dedica-se a cuidar de necessidades bem específicas do público infantil.

Exemplo: há no mercado uma variada gama de lojas infantis que comercializam camisetas. Neste caso, essa área de atuação trata-se de um segmento específico. Enquanto isso, o nicho seria para representar aquelas lojas especializadas na venda de camisetas com estampas com frases infantis ou desenhos animados. Portanto, que atuam em um tipo de nicho específico.

Conheça sua persona de forma mais intimista

Outro ponto vital na escolha de um produto infantil para revenda é conhecer o público do qual se pretende atingir. A loja de camisetas com frases infantis e desenhos animados, do exemplo acima, tem um público muito bem definido: em geral, são pais descolados ou aficionados pela cultura geek.

A persona, portanto, nada mais é do que uma concepção do consumidor ideal. Para construí-la, é necessário construir, de fato, um personagem, dotado de preferências e características pessoais. A persona deve mapear o comportamento de compra dos consumidores, bem como apresentar características demográficas específicas.

Para tanto, deve ser levado em consideração, durante sua elaboração, pesquisas realizadas para identificar tais características em clientes potenciais. Por meio dela, será mais fácil estabelecer estratégias eficientes e direcionadas para os objetivos do seu negócio.

Trabalhe com categorias que você tenha familiaridade

Escolha categorias de produtos que você conhece bem. Com este cuidado, é possível fazer toda a diferença na hora de estabelecer estratégias de vendas para sua loja. Não tão raro, as pessoas tendem a fazer escolhas pautadas em modismos ou pensando em margens maiores de lucro, mesmo quando não tem nenhuma familiaridade.

Por exemplo, se você não entende muito bem de calçados infantis, tem certa dificuldade em escolher as numerações que mais vendem, abrir uma loja de calçados seria uma opção indicada? Será que não terá muita dificuldade de engajar seu público, ou mesmo apresentar soluções interessantes para os problemas deste público?

Por outro lado, ter maior familiaridade com determinado segmento pode gerar uma relação mais íntima com o público, tornando-a real, já que existe uma identificação forte. Dessa forma, o consumidor poderá ser impactado por suas ações de marketing, por exemplo, e se sentirá melhor representado. 

Além disso, fica muito mais fácil oferecer um suporte de pós-vendas de qualidade, uma vez que pode-se tirar dúvidas e atender melhor às expectativas do consumidor.

Conte como fornecedores de confiança

Diferentemente do que muitas pessoas imaginam, os fornecedores possuem uma participação muito importante na rotina de qualquer lojista. Isso porque eles são parceiros indispensáveis para o sucesso do negócio. Nesse contexto, procure sempre encontrar os melhores fornecedores para o mercado de produtos que escolheu atuar.

Tão importante quanto contar com uma boa oferta de itens é, também, dispor de uma maior flexibilidade na hora de pagar pelas peças. Outro fator que também pode ser um diferencial importante é conhecer bem os produtos com os quais irá trabalhar. Assim, será mais fácil analisar a qualidade do produto infantil para revenda oferecido pelo fornecedor.

Nesse contexto, pode ser também interessante avaliar além dos preços. Procure priorizar parceiros que oferecem melhores prazos, condições de pagamento e não se esqueça de adequar os tipos de negociação à realidade da sua empresa. No mercado infantil, frequentar feiras pode gerar um network poderoso, além de trazer insights interessantes.

Observe o que os concorrentes estão fazendo

Por fim, outra forma de encontrar o melhor produto infantil para revenda é fazendo uma boa pesquisa de mercado. Essa tarefa deve ser pensada, principalmente, para que você possa identificar as lojas que atuam no mesmo segmento que pretende investir. Caso haja muitos vendedores de produtos semelhantes, será preciso buscar um diferencial.

No que sua loja é diferente das demais? O que ele pode oferecer de vantagem para o consumidor? É possível reestruturar a área de atuação para se diferenciar da concorrência? Além de responder a essas perguntas, você também deve mapear as estratégias que o mercado utiliza para se inspirar e tornar suas próprias campanhas mais efetivas.

Pronto. Agora você já está atualizado sobre as principais práticas em relação à escolha do produto infantil para revenda. Ao observar com cuidado cada aspecto apontado, fatalmente você terá maior sucesso no segmento que escolher atuar. Portanto, se gostou das dicas que trouxemos neste post, e deseja acompanhar de perto todas as novidades que compartilhamos por aqui, não deixe de assinar nossa newsletter.

Comentários

Facebook
LinkedIn
WhatsApp